Probacionista

A Grande Obra, para o Probacionista, é definida como "obter um conhecimento científico da natureza e dos poderes do meu próprio ser."

A "Probação" é definida como um período experimental, durante o qual o indivíduo é testado. A palavra vem do latim probare, "provar". No Liber 185 o Probacionista é advertido de que "esteja atento de que a palavra Probacionista não é um termo em vão, mas que os Irmãos irão prová-lo de muitas maneiras sutis, quando ele menos esperar".

Admissão

"Depois de três meses, o Estudante é examinado ... e se o seu conhecimento ... é considerado satisfatório, ele pode se tornar um Probacionista "(Livro Quatro). O Probacionista (0 = 0) é recebido por um iniciado que é ao menos um Neófito (1 = 10).

O aspirante à A.·.A.·. deverá ouvir a Lição (Liber LXI) e esta nota de sua função; SE ELE QUISER, deverá então adquirir o robe de um Probacionista; deverá escolher com profunda premeditação e intensa solenidade um mote. Na admissão ele deverá receber o robe, assinar o formulário fornecido e repetir o juramento conforme designado, e receber o Primeiro Volume do Livro. (Liber 185).

O "Primeiro Volume do Livro" contém Liber LXI (Liber Causae) e Liber LXV (Liber Cordis Cincti Serpente, "O Livro do Coração Cingido com uma Serpente").

O robe do Probacionista é um robe branco em forma de Tau (sem capuz), com detalhes dourados ao longo da orla inferior, das mangas, e perto do decote. Na frente está um pentagrama escarlate. Na parte de trás está um hexagrama, formado a partir de um triângulo descendente azul entrelaçado com um triângulo ascendente vermelho, e com um Tau dourado no centro.

Trabalho do Probacionista

Probacionista. - Seu principal trabalho é começar as práticas que possa preferir, e escrever um registro cuidadoso das mesmas por um ano. (Uma Estrela à Vista).

O objetivo essencial do grau probatório é, deste modo, que o aspirante explore uma grande variedade de materiais instrucionais e, principalmente, que encontre seus próprios métodos e estilos de trabalho. Assim, qualquer tentativa de pré-especificar as tarefas devem ser vagas. Ao Probacionista é dado um extenso currículo de materiais de estudo, constituído principalmente por todas as publicações em Classe B da A.'.A.'.. "Ele pode escolher quaisquer práticas que preferir, mas em qualquer caso, deve manter um registro exato para que ele possa descobrir a relação de causa e efeito em seu trabalho, e para que a A.'.A.'. possa julgar o seu progresso e direcionar seus estudos posteriores".

Ele deverá memorizar um capítulo de Liber LXV ... (Liber 185)

Liber LXV é Liber Cordis Cincti Serpente, "O Livro do Coração Cingido com uma Serpente".

Além de tudo isso, ele deverá realizar quaisquer tarefas que a A.·.A.·. possa considerar adequadas a confiá-lo. (Liber 185)

A Probação dura pelo menos um ano. Após seis meses, certos Probacionistas são admitidos a uma cerimônia especial, Ritual XXVIII, Liber Septem Regnum Sanctorum.

Ele deverá se manter casto, e reverente para com o seu corpo, pois a ordália da iniciação não é leve. Isso é de importância peculiar nos dois últimos meses de sua Probação. (Liber 185)

A Jornada do Probacionista

Em Eight Lectures on Yoga, Aleister Crowley descreve como o trabalho das fases iniciais da A.'.A.'. foram desenvolvidos:

A questão para mim é . . . descrever um método de procedimento o qual será suficientemente elástico para ser útil a todo ser humano. Eu tentei fazer isso através da combinação dos dois caminhos da Magia e Yoga. Se nós realizarmos as práticas preliminares, cada um de acordo com sua capacidade, o resultado certamente será a aquisição de uma certa técnica. E isso se tornará muito mais fácil conforme avancemos, especialmente se nós lembrarmos bem de não tentar discriminar entre estes dois métodos como se eles fossem escolas opostas, mas sim usar um para ajudar um ao outro em uma emergência...

Espera-se que você gaste pelo menos três meses [o perído do Estudante] no estudo de algums dos clássicos sobre o assunto. O objetivo principal disto não é instruí-lo, mas familiarizá-lo com o trabalho solo, e em particular prevení-lo de ter a ideia de que existe qualquer coisa de certo ou errado em matéria de opinião. Você passa por um exame com o objetivo de ter certeza de que sua mente está bem fundamentada nesta matéria, e você se torna um Probacionista. Suas leituras terão lhe dado alguma indicação a respeito do tipo de coisas em que possivelmente você será bom, e você escolhe tais práticas conforme lhe parecem promissoras. Você segue com elas, e mantém um registro cuidadoso do que você faz, e de que resultados ocorrem. Após onze meses você envia seu registro ao seu superior; é dever dele colocá-lo no certo onde você está indo errado, e particularmente de encorajá-lo onde você pensa que falhou.

As instruções básicas sobre "os dois caminhos da Magia e Yoga" são, respectivamente, os documentos em Classe B Liber O vel Manus et Sagittae e Liber E vel Exercitiorum. Estas instruções práticas são a fundação do sistema do Iluminismo Científico da A.'.A.'.. GH.'. Frater O.M. enfatizou sua importância claramente em um editorial no Equinox Vol. I Nº 7:

Estou autorizado a dizer que ninguém será admitido como um Neófito a menos que o seu ano de trabalho [como um Probacionista] dê provas de habilidades consideráveis nas práticas fundamentais, Asana, Pranayama, Assunção de Formas-Deus, vibração de nomes divinos, rituais de banimento e invocação, e as práticas estabelecidas nas seções 5 e 6 de Liber O. Embora ele não seja examinado em qualquer um destes, a experiência elementar é necessária para que ele possa ajudar inteligentemente aqueles que estarão sob ele.

Avanço para Neófito

Segundo o Liber 185, "qualquer Probacionista que tenha completado sua tarefa a contento da A.·.A.·." será preparado para o avanço a Neófito.

O Grau de Probacionista dura pelo menos um ano, aproximadamente. A data mais curta para o avanço é "Na próxima vez em que o sol deverá entrar no signo em que ele foi recebido" (Liber 185). O Probacionista deverá entregar uma cópia do seu Diário deste período ao seu Neófito e, nesse momento, recitar o capítulo escolhido de Liber LXV. Isso deve ocorrer um mês antes do término do período de Probacionista (ou seja, pelo menos, onze meses após a admissão).

O Probacionista deverá permanecer livre de todos os outros compromissos por uma semana inteira (que é a duração da iniciação a Neófito).